Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/diversoe/public_html/cdbc.pt/system/initializer.php on line 20

Warning: mysql_connect(): Headers and client library minor version mismatch. Headers:100337 Library:30121 in /home/diversoe/public_html/cdbc.pt/system/initializer.php on line 20
Clube Dardos e Bilhares de Chaves
Voltar ao Topo

Regulamento - Liga Distrital de Dardos

Condições de admissibilidade para jogadores e estabelecimentos

Prémios


dardos@cdbc.pt

Telemóvel - 968 584 714


Regulamento CDBC

Regulamento Geral

Introdução

Antes do início de cada época, será entregue a cada capitão de equipa e a cada estabelecimento aderente, uma cópia do regulamento, para Liga CDBC, em parceria com o operador da máquina de setas RADIKAL DARTS. O mesmo dever ser lido atentamente e compreendido pelo próprio e por todos os membros da equipa. Deve ficar bem claro a todos os jogadores que o regulamento é para ser aceite como está redigido.

Classificações / Equipa

 

Todos os jogadores em competição têm de estar registados na máquina RADIKAL DARTS e preferencialmente possuir MPR (exceto na 1ª Cat.).

 

A liga CDBC terá a seguinte limitação de jogadores inscritos por equipa: mínimo 3 máximo 5.

 

As equipas serão masculinas, femininas ou mistas.

 

As equipas mistas e femininas jogam no mesmo nível das masculinas

 

As alterações na constituição das equipas após o período das inscrições serão aprovadas, ou não, à luz do regulamento CDBC, pelo Concelho de Arbitragem, antes do início das provas.

 

Na impossibilidade de uma equipa manter o local de jogo durante a época (quer por extinção do mesmo ou por desinteresse da casa), poderá continuar em prova se encontrar novo local, tendo de informar para tal a organização.

 

A pontuação das equipas será atribuída com base em pontos por vitória, cada jogo ganho corresponde a um ponto para a equipa, sendo obrigatório cumprir o a ficha de jogo ate aos nove jogos.

 

No caso de se verificar um empate entre duas ou mais equipas na classificação final da sua liga, os critérios de desempate por ordem de prioridade, são:

Inscrições

 

O pagamento da inscrição terá de ser efetuado aquando da entrega da própria folha de inscrição, ou esta não dará sequer entrada no programa de gestão de LIGAS e a equipa não será inscrita.

 

Antes do início da Liga todas as equipas recebem uma folha de inscrição na qual devem constar os dados de todos os seus jogadores, bem como as suas assinaturas que os vincularão às respetivas equipas para toda a época, ou então podem inscrever-se também através do site: WWW.CDBC.PT, no campo INSCRIÇÕES.

 

Todo o jogador, no início de cada época, é livre para se inscrever na sua equipa preferida.

 

São autorizadas inscrições de novos jogadores, se houver vagas na equipa (equipas que não tenham 5 elementos) no decorrer da época, desde que esses jogadores não tenham realizado nenhum encontro por outra equipa do mesmo grupo, durante a época em questão. Caso já tenha jogado numa equipa do mesmo grupo, não poderá jogar por nenhuma outra durante a presente temporada. Caso pretenda jogar numa equipa de um grupo distinto, poderá ser inscrito mediante o pagamento de 20 setas.

 

São autorizadas substituições de jogadores (num máximo de 2), no decorrer da época, tendo em conta exatamente o referido no ponto anterior.

Para validar essas substituições e/ou inscrições, será novamente feito o cálculo da média de MPR (atual) dos melhores elementos, dependendo da autorização da ORGANIZAÇÃO.

 

Um jogador poderá desvincular-se de uma equipa para representar outra mediante acordo prévio com o capitão da equipa onde se inscreveu primeiramente.

 

Em caso de litígio, o concelho reserva-se ao direito de decidir, depois de analisados os factos em questão, previamente enviados por escrito.

 

Todas estas inscrições e/ou substituições, terão de ser comunicadas à organização com um mínimo de 48h de antecedência em relação à jornada, pois estas são efetuadas pela Gaelco Darts e não pela CDBC.

Encontros

 

No início de cada época devem ser afixados os calendários dos encontros, em todos os locais onde irão decorrer. Se por hipótese, o calendário for incompatível com o funcionamento do local visitado, deverá esta equipa apresentar um dia/hora alternativos (antes do inicio da Liga – reunião de capitães) para se encontrar uma solução de carácter permanente.

 

Todos os encontros terão a tolerância máxima de 30 minutos após os quais o encontro terá que ser iniciado, bastando para tal a presença de três jogadores por equipa, o que não acontecendo dará origem à falta de comparência à equipa faltosa.

 

Nos casos de falta de comparência, a equipa presente terá obrigatoriamente (num mínimo de 3 jogadores) efetuar os nove jogos (os 3 ao mesmo tempo), imediatamente após o período de tolerância, para o campeonato que estiver ativo na máquina, naquela data, a fim de a organização confirmar a presença da mesma, bem como notificar por SMS, logo de seguida a organização. Se a equipa presente não o fizer perderá também por falta de comparência. NOTA: Nos casos em que uma equipa ganhe por falta de comparência, são lhe atribuídos os 9 pontos.

 

Nos casos em que uma equipa abandone o jogo a meio, a essa equipa será atribuída falta de comparência.

 

O capitão de equipa é responsável por responder às questões postas pelos jogadores, notificar os mesmos das datas dos próximos encontros e marcar ou remarcar os ditos jogos, sempre de comum acordo com os capitães das equipas adversárias e notificando de imediato a Organização.

 

Os encontros terão que ser realizados até Domingo após a data inicialmente prevista. Caso as equipas não realizem o encontro até Domingo, após a data original, ambas terão falta de comparência, a não ser que antecipadamente tenham comunicado a organização de

impossibilidade de jogar na data marcada, devendo esse jogo ser realizado logo que possível nunca podendo ultrapassar 15 dias.

 

A alteração dos jogos terá de ser comunicada obrigatoriamente à organização com antecedência mínima de 48 horas à data padrão da equipa da casa pelos dois capitães, via SMS, a fim de esta poder alterar a data e hora no programa de gestão da liga.

 

Nos jogos online existe a possibilidade do jogo ser realizado presencialmente, caso a equipa visitante assim o entenda, e de um jogo marcado para presencial ser online, caso as duas equipas estejam de acordo quanto a essa situação, desde que seja comunicado à organização com antecedência mínima de 48 horas, à data padrão da equipa da casa.

 

No caso de os capitães de equipa não chegarem a acordo, quanto a uma possível mudança de data ou hora de jogo, este deverá ser realizado na data prevista inicialmente, com os jogadores que estiverem presentes.

 

As equipas podem apresentar protestos, sendo os mesmos redigidos numa folha A4, reportando todas os protestos que tiverem a reclamar para dardos@cdbc.pt Os prazos de entrega dos protestos são de dois (2) dias úteis após a realização do encontro, sendo que logo após o encontro deve ser comunicado a organização tal pretensão. Não respeitando estas datas, os mesmos serão considerados nulos.

 

Ao efetuar um protesto, a equipa queixosa deve obrigatoriamente continuar o encontro até ao seu término, caso contrário, o Concelho de Arbitragem na apreciação ao protesto atribuirá a derrota nos restantes jogos à equipa que se recusar a continuar o encontro. A única exceção será o facto de não haver comprovadamente condições físicas ou materiais (devido a alguma ocorrência extraordinária) de continuar o encontro.

 

Excecionalmente, por decisão do Concelho de Arbitragem, poderá ser nomeado um delegado ao encontro, caso tal seja humanamente possível. A presença do delegado será de ajuizar todas as ocorrências que possam surgir durante o encontro.

 

No caso de alguma equipa não poder jogar, por impossibilidade da casa em que joga, será acordado entre o Concelho de Arbitragem e a

equipa visitada, um local para realização do jogo, por proximidade geográfica, desde que comunicada com um mínimo de 12h de antecedência. Caso assim não aconteça, perderão por falta de comparência.

Generalidades

 

Fair-play, bom comportamento e boa conduta são obrigatórios a todos os jogadores, do início ao fim dos encontros.

 

Os jogadores devem demonstrar o seu espírito desportivo e reconhecer com dignidade, quando vencidos os bons resultados do oponente. Quando vencedores, encarar a vitória sem ridicularizar o oponente e abster-se de comentários e/ou gestos que possam afetar a dignidade do jogador ou equipa vencida.

 

Todos os jogadores e respetivos responsáveis de equipa comprometem-se a demonstrar espírito desportivo, cumprindo os termos deste regulamento.

 

A liga é um complemento das atividades do estabelecimento, e não a sua principal. Os jogadores devem adaptar-se a todos as outras atividades do estabelecimento.

 

Todos os jogos devem ser jogados em silêncio (adequado à necessária concentração), pelos intervenientes (suplentes inclusive), por jogadores de outra equipas, e se possível pelo público em geral.

 

Todas as deslocações e quaisquer encargos ou prejuízos decorrentes da participação nas provas da Liga são por conta e risco das equipas ou jogadores.

 

Todas as situações não previstas neste regulamento serão avaliadas e resolvidas em tempo útil pelo concelho de arbitragem.

 

REGULAMENTO DE JOGO

Regras Especificas

 

Todos os encontros são realizados exclusivamente nas máquinas RADIKAL DARTS internacionalmente reconhecidas:

 

Todos os dardos devem ter ponta plástica e não exceder o peso máximo de 20 grs.

 

Cada encontro da liga será constituído por 9 partidas realizadas em equipas (2 contra 2).

 

O Modelo de jogo é o Team Cricket (fechar todos) e Team 501 (Double In ou Out) conforme a categoria.

 

Os estabelecimentos comercias aderentes devem possuir boa iluminação nas áreas onde jogo para que seja visível os jogadores e respetivos lançamentos de jogo;

 

Cada equipa durante o encontro tem o mínimo de 3 jogadores em jogo, podendo ter o máximo de 2 suplentes, para efeito de substituição no decorrer do encontro.

 

Uma equipa poderá iniciar o encontro com um mínimo de 2 jogadores, podendo depois o jogador em falta efetuar a sua entrada em jogo a qualquer momento, desde que esteja inscrito na ficha de jogo e seja a sua vez de lançar os dardos.

 

Todo o jogador que queira participar no encontro tem que constar na ficha de jogo.

 

Uma troca de ordem de jogadores – contrariando a ordem pré estabelecida na ficha de jogo – durante o encontro ou jogos não é autorizada, perdendo o jogo em questão, a equipa que cometer esta irregularidade.

 

A ordem dos jogos (team cricket ou team 501), bem como a dos jogadores será segundo modelo pré definido que consta na ficha de jogo.

 

Cada jogo (team cricket ou team 501) é constituído por limite de rondas.

 

Uma ronda consiste em todos os jogadores em jogo lançarem 3 dardos cada. Um jogador pode decidir passar os seus lançamentos devendo para o caso, descontar no botão de START (botão vermelho de mudança de ronda).

 

Um jogador só deve lançar os dardos após autorização da máquina. Se o fizer antes perderá o (s) dardo (s) lançado (s).

 

O jogador é sempre responsável por verificar quando é a sua vez de efetuar o lançamento.

 

Durante o lançamento, o jogador deve ter à sua volta o espaço necessário para que nada o incomode.

 

Se os jogadores desejarem efetuar o lançamento para além da zona delimitada pela linha de lançamento, deverão fazê-lo para trás do alinhamento da mesma, sendo que não é permitido pisar ou transpor a linha para a parte da frente.

 

Um lançamento é sempre considerado válido desde que o dardo tenha sido projetado em direção à máquina, atingindo-a ou não e independentemente do lançamento ter sido registado pela mesma ou não.

 

Se houver lugar a ter disponível mais dardos mas já tiverem sido lançados os três dardos deve ser descontado no botão de START, passando a vez de jogar o próximo jogador.

 

Um jogador não pode empurrar um dardo para que este seja registado.

 

Não é permitido relançar dardos nem lançar mais do que 3 dardos numa ronda.

 

Se um jogador deixar cair um ou mais dardos acidentalmente, estes não serão considerados lançados.

 

A máquina é soberana nas suas decisões.

 

A única situação em que se considera válido, um dardo não registado/descontado pela máquina, é no caso de um dardo vencedor.

 

Para ser considerado dardo vencedor, o dardo deve ficar no alvo e mostrar claramente que está no segmento que daria vitória ao lançador.

 

Em caso de avaria da máquina, os capitães devem decidir se o encontro continua, se se chama a assistência (nem sempre será possível esta deslocar-se ao local) ou se a continuação do encontro é remarcada, até Domingo após a data inicialmente prevista (notificar sempre a Organização).

 

Caso seja necessário remarcar o encontro, para este ser finalizado, e os capitães não cheguem a acordo quanto a uma nova cabe a Organização definir data no mais curto prazo de tempo sem prejuízo para ambas as equipas. Caso uma equipa não compareça ao encontro, na nova data, perde o resto dos pontos em disputa e, caso não compareça nenhuma equipa, perdem as duas a totalidade do encontro (para validar a presença da equipa na nova data, proceder ao jogo disponível em campeonato no momento).

 

No jogos online, se a ligação for “perdida” e consequentemente o jogo for interrompido, por exemplo, por falha da internet, motivo esse totalmente alheio à organização, é favor executar os seguintes passos:

Se uma equipa recusar perde o resto dos pontos em disputa, e, se as duas equipas recusarem, perdem ambas a totalidade do encontro.

 

No caso de não ser de todo viável deslocar as equipas, a continuação do encontro terá de ser remarcada, tendo como base o descrito no ponto anterior. Atenção: Numa situação de jogo em curso que não seja possível retomar a ligação, o jogo terá de ser iniciado novamente, e não do ponto onde se encontrava.

 

E da responsabilidade do estabelecimento comercial as ligações de internet

 

No caso de falta de energia o jogo será retomado automaticamente pela própria máquina assim que a energia esteja restabelecida.

Repreensões / Sansões

 

As faltas são avaliadas e determinadas pelos capitães de equipa de forma justa e imparcial, (ver regulamento de Capitães de Equipa) seguindo as regras do fair-play e com desportivismo, assim como o presente Regulamento.

 

Uma repreensão consiste num aviso formal, feito por um capitão a outro, relativamente a um jogador adversário.

 

Faltas de possível repreensão:

Faltas passíveis de penalização imediata (Sanções):

 

Quando se dá uma infração o jogo para imediatamente, procedendo-se à sua análise e posterior resolução, sendo que terá de se prosseguir o jogo, mas dando conhecimento imediato a Organização.

 

Nos jogos online, os 2 capitães deverão obrigatoriamente estar contactáveis durante o encontro (qualquer alteração ao número de telemóvel deverá ser comunicada à organização, a fim de esta o disponibilizar aos capitães das outras equipas).

 

Todas as situações não previstas neste regulamento devem ser submetidas à avaliação da Organização, (Concelho de Arbitragem) em tempo útil, com vista à sua resolução imediata, se possível, ou à elaboração de novos pontos deste regulamento.

 

*Nota: Todos os encontros serão visualizados posteriormente e caso não tenha sido cumprido o presente regulamento, a equipa que tenha cometido a infração perderá aquela partida (e não a totalidade do encontro), atribuindo a organização a vitória à equipa adversária.

 

 

REGULAMENTO DISCIPLINAR

Infracções

 

No decorrer da época se uma equipa fizer 3 faltas de comparência, sem justificação será eliminada da liga. Se houver desistência de alguma equipa, em todos os encontros seguintes será dada vitória a equipa oponente. Neste caso se houver equipas interessadas pode ser dado continuidade a equipa observando os critérios de ranking da equipa anterior.

 

Uma equipa que tenha uma falta de comparência, perde o jogo e recebe zero pontos. A única maneira de evitar esta situação, é contactar a equipa opositora e o Concelho de Arbitragem, 48 horas antes do encontro para que se possa marcar novamente nova data, por acordo entre as duas equipas.

 

No caso de se verificarem adulterações propositadas de resultados, os jogadores responsáveis poderão ser punidos com a eliminação da Liga, uma vez apuradas responsabilidades dos mesmos, nas infrações cometidas.

 

No caso de se verificar um comportamento extremamente gravoso de um jogador contra alguma casa, espectador, interveniente no jogos ou para a modalidade, a punição poderá tomar a forma de eliminação direta do jogador sem necessidade de recorrer a suspensões.

 

6. Todas as decisões acerca de infrações ocorridas durante a Liga CDBC, serão tomadas pela organização ou concelho de capitães, após análise dos factos ocorridos e de ouvir todas as partes envolvidas, inclusive possíveis testemunhas. Toda a decisão quando tomada torna-se irrevogável.

 

A única entidade que pode convocar um Concelho de capitães é a organização, por decisão sua ou por pedido fundamentado dirigido à Organização dos capitães da Liga em questão.

 

Serão tomadas como definitivas as decisões do concelho de capitães.

Concelho de capitães

 

Um concelho de capitães consiste na convocação dos capitães da Liga para debater e decidir sobre o assunto que constitui o motivo da convocação.

 

Consideram-se áreas de competência do Concelho de Capitães:

Todas as decisões tomadas em concelho de capitães são por maioria qualificada.

 

Têm assento neste concelho com direito a um (1) voto cada:

No caso de uma capitão não poder comparecer ao concelho, poderá indigitar por escrito um seu representante (membro da mesma equipa ou não), sendo o mesmo obrigatoriamente jogador da Liga ou proprietário de um local de jogo.

 

Uma mesma pessoa não pode acumular várias indigitações de voto.

 

Na decisão sobre um jogador, o seu capitão ou representante dessa equipa, está impossibilitado de votar, embora possa ou não fazer a sua defesa.

 

Todas as deliberações tomadas pelo concelho de capitães são vinculativas e definitivas no que diz respeito à punição disciplinar de jogadores. Em outros assuntos, qualquer deliberação só pode tomar a forma de recomendação ou aviso.

Comissão de Arbitragem

 

São da responsabilidade da Comissão de Arbitragem:

As diretivas descritas neste Regulamento serão aplicadas sem qualquer tipo de contemplação ou tolerância e sem exceções.

 

Ao Concelho de Arbitragem, é reservado o direito de excluir todo e qualquer jogador ou casa, que considere estar a prejudicar direta ou indiretamente, no âmbito desportivo ou comercial o bom funcionamento da Liga, perdendo os elementos em questão todo e qualquer prémio, conquistado nesta época. Esta exclusão pode ter um carácter vitalício ou não.

 

Sendo esta liga, a primeira a realizar no Distrito de Vila Real, Propomos que todos participem de forma ativa, dando as suas opiniões e demonstrando os ponto de interesse para que seja do agrado de todos e que seja exemplo a seguir, sendo necessário haver propostas de caracter construtivo vinculadas ao bom relacionamento entre todos.

 

À Organização reserva-se o direito de tomar toda e qualquer ação que considere necessária à defesa dos seus interesses legítimos como entidade promotora da Liga CDBC, devendo dar conhecimento das alterações que eventualmente venham a ser feitas ao presente regulamento.

 

Com os melhores cumprimentos:

O presidente da CDBC